segunda-feira, 31 de maio de 2010

UEM anuncia três cursos de engenharia para Umuarama

Vânio Pressinatte

Durante solenidade de comemoração alusiva aos 40 anos da Universidade Estadual de Maringa (UEM), organizada na noite de sexta-feira (28) pelo campus regional de Umuarama, no Sindicato Rural de Umuarama, o vice-reitor, professor Doutor Mario Luiz Neves de Azevedo anunciou a aprovação de três novos cursos para o campus: Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Engenharia de Alimentos. Os cursos eram um compromisso da instituição desde o inicio das atividades na Capital da Amizade há nove anos com o deputado federal Osmar Serraglio e estaduais, Fernando Scanavaca, então prefeito, e Nelson Garcia.

Segundo o vice-reitor, os três cursos foram aprovados pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) e foi encaminhado para o Conselho Universitário (COU), responsável pela criação dos cursos. Mário Azevedo ressaltou ainda que deverá ocorrer vestibular para inicio das aulas já em 2011. “Serão 40 novas vagas para cada um dos cursos e manteremos os cursos de tecnologia existentes nestas áreas”, assegurou Mário Azevedo.

Com isso o campus da UEM em Umuarama passará a contar com 08 cursos: Tecnologia em Construção Civil, Tecnologia em Meio Ambiente, Tecnologia em Alimento, Agronomia, Medicina Veterinária, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Engenharia de Alimentos, distribuídos entre o Centro de Tecnologia e o Centro de Ciências Agrárias.

Osmar Serraglio discursa durante comemorações dos 40 anos da UEM

Para o deputado Osmar Serraglio, foi mais uma grande conquista em defesa do ensino público, gratuito e de qualidade. Ele lembrou que a UEM exerce o verdadeiro papel da Universidade. “No texto constitucional consta que as universidades devem se regionelizar e isso a UEM faz, enquanto a primeira universidade federal brasileira, a Federal do Paraná, por quase 100 anos serviu apenas a capital do Estado”, disse o deputado,

Osmar Serraglio lembrou ainda que 70% das vagas públicas no ensino superior estão no interior do Estado e mantidos pelas universidades estaduais, e defendeu o aumento de recursos federais para as instituições estaduais. “É um discriminação o valor dos recursos destinados pelo Governo Federal para o ensino superior no Parana, comparando com o que o Estado investe nas universidades estaduaisl”, destacou.

O deputado estadual Fernando Scanavaca, também grande defensor da UEM, falou da luta e dificuldades enfrentadas para a conquista do campus de Umuarama. Ele lembrou os compromissos assumidos com uma construção de mais de 1000 m2 com recursos próprios no final de um exercício. “Mas Deus mais uma vez nos ajudou. Conseguimos honrar todos os compromissos e concluímos a obra para o inicio das atividades”, destacou Scanavaca, ressaltando também o grande apoio que teve do deputado Osmar Serraglio durante todo o processo.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mais de R$ 12 milhões para Umuarama e região

Com estes novos recursos, o deputado federal Osmar Serraglio já ultrapassa a casa dos R$ 70 milhões em beneficio dos municípios da Amerios

Vânio Pressinatte

O deputado federal Osmar Serraglio conseguiu, nos últimos dias, assegurar mais de R$ 12 milhões para Umuarama e Região. Isso, sem contar as emendas individuais de 2010, que estão sendo liberadas e que somam outros R$ 12 milhões, e ainda as Casas do Programa Minha Casa, Minha Vida, cujo projeto, segundo o prefeito Moacir Silva, está em fase final de aprovação pela Caixa Econômica Federal, além dos recursos que garantiu para a Estrada Boiadeira, cuja licitação está prestes a ser aberta.

Umuarama receberá do Ministério das Cidades, R$ 2 milhões para infraestrutura em loteamentos populares; R$ 1 milhão para habitação; e do FNDE R$ 1 milhão para a Super Creche. Outros R$ 4.091.109,25 serão para “apoio à implantação da infraestrutura complementar, social e produtiva”, cujo valor beneficiará Umuarama e alguns outros municípios, cujos projetos foram encaminhados pelo deputado.

Já para o CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde) e o CORIPA (Consórcio Intermunicipal para Conservação do Remanescente do Rio Paraná), serão mais R$ 3,5 milhões, que permitirão adquirir patrulha de máquinas rodoviárias para conservar as estradas rurais. Ambos os consórcios possuem em seus estatutos, dispositivos que permitem a prestação desses tipos de serviços.

De acordo com o deputado, individualmente, muitos municípios não têm condições de adquirir máquinas que são muito caras, como ocorre com motoniveladora, pá-carregadeira, retroescavadeira, caminhões caçamba, e outros. “Assim, em conjunto, com recursos federais, terão a possibilidade de adquirir aquele maquinário e potencializar a utilização, mediante calendário organizado, de forma a que todos os consorciados sejam beneficiados”, destacou o deputado.

Com esses valores, as liberações de recursos para a região, pelo parlamentar, já ultrapassam R$ 70 milhões. “São recursos que ajudam a população a ter melhores condições de vida e de desenvolvimento”, assegurou Osmar Serraglio.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Osmar Serraglio a favor da inclusão de História Geral no Ensino Médio


Felipe Müller

O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR) apresentou relatório na Comissão de Educação e Cultura (CEC) sobre o Projeto de Lei nº 4651/09, de autoria do deputado Gilmar Machado (PT-MG), que modifica o conteúdo da disciplina de História no Ensino Médio. Segundo o projeto, além do ensino de História do Brasil, que já é obrigatório, toda escola deverá trabalhar o conteúdo de História Geral com seus alunos. O PL tramita em caráter conclusivo e se for aprovado pela CEC não precisará ser votado novamente no plenário da Câmara.

Em seu relatório, Osmar Serraglio se diz favorável ao projeto. Para ele, “o ensino de História é fundamental para a inserção do cidadão contemporâneo no complexo contesto das nações”, além de “fomentar nos indivíduos a percepção e a prática da cidadania”.


segunda-feira, 17 de maio de 2010

Osmar Serraglio faz palestra para Procuradores do Paraná


Vânio Pressinatte

Na última segunda-feira (dia 10) o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-Pr), proferiu palestra na Associação dos Procuradores do Estado do Paraná (APEP), tratando do tema "O Parlamentar Federal e a Defesa dos Interesses do Paraná". O evento aconteceu na sede da Associação, em Curitiba. Serraglio falou sobre a atuação da Bancada Federal do Paraná, os espaços que ocupa no Congresso Nacional, assim como as bandeiras que vem defendendo. Lembrou inclusive do apoio que a Bancada ofereceu ao Governador Pessuti, no caso da multa do Banestado.

De acordo com o deputado, o Paraná tem uma luta histórica em relação ao ICMS sobre energia, que incide no destino, ao invés da origem, como ocorre com todas as outras transações. O ICMS sobre a energia que ITAIPU produz é recebido pelo Estado consumidor. Se fosse na origem, como sucede em relação aos demais produtos, o Paraná já teria sido beneficiado com vários bilhões de reais. Perdemos as Sete Quedas e nenhuma compensação houve. Agora, na partilha do pré-sal, isto é, na expectativa de enorme produção de petróleo, em águas profundas pertencentes à União, o Paraná não abre mão de sua parte, como ente-federado.

Segundo a presidente da APEP, Dra. Vera Grace Paranaguá Cunha, os encontros com os parlamentares federais têm sido muito produtivos e contribuem para que os Procuradores vejam as questões de destaque do Estado pela ótica de outra caixa de ressonância da sociedade: a do Poder Legislativo. "A partir dessas conversas temos percebido com mais clareza as nossas responsabilidades. É preciso conhecer o trabalho e as dificuldades das demais instituições democráticas para podermos reformular com maturidade o nosso próprio papel e as nossas posições na construção de uma sociedade justa e apoiada em valores republicanos", diz Vera Cunha.