segunda-feira, 18 de julho de 2011

PMDB de Umuarama tem novo presidente


A Convenção Municipal do PMDB, realizada domingo no recinto da Câmara Municipal, transcorreu dentro da normalidade. Os convencionais compareceram e elegeram o novo Diretório Municipal, num processo de votação que começou às 8h30 e terminou às 12h. Logo em seguida, os membros do Diretório elegeram a Comissão Executiva Municipal, encabeçada pelo advogado Antonio Comparsi de Mello. Ele substituiu Elizeu Vital da Silva, que estava há quatro anos na presidência do Partido. Comparsi foi eleito para um mandato de 02 anos e vai ter a responsabilidade de conduzir o PMDB durante o processo eleitoral de 2012.

Antonio Comparsi diz que vai trabalhar, desde agora, para que o PMDB tenha uma participação decisiva no processo eleitoral do município. “Somos um Partido de expressão. Temos o atual vice-prefeito, que é o Wilson Simões e temos o deputado federal, Dr. Osmar Serraglio, hoje vice-líder do Governo na Câmara, além de um Diretório composto de 45 membros, pessoas formadoras de opinião e de influência na sociedade” assegurou o novo presidente. O primeiro passo da nova Comissão Executiva, segundo Antonio Comparsi, é organizar e preparar o partido para a próxima eleição. "Vamos organizar uma chapa forte dentro daquilo que a população de Umuarama espera", afirmou Comparsi.

Além do novo Diretório, os convencionais elegeram o Conselho de Ética e Disciplina do Partido. O deputado Osmar Serraglio e o ex-presidente, Elizeu Vital, foram eleitos delegados junto ao Diretório Estadual do PMDB.

Comissão Executiva eleita
Presidente: - Antonio Comparsi de Mello
1º Vice Presidente: - Izaias dos Santos
2º Vice Presidente: - Wilson Roberto Simões
Secretário Geral: - Cleber Bonfim
Secretário Adjunto:- Isamu Oshima
Tesoureiro: - Paulo Roberto Sequinel Fernandes
1º Vogal: - Márcia Helena Laino
2º Vogal: - Antonio João Cardoso
Líder da Bancada na Câmara Municipal: Vereadora Maria José Roque Simões

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Dr. Osmar diz que setor rural garante o superávit nacional


Vânio Pressinatte, da assessoria

O vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio, que também integra a Frente Parlamentar do Cooperativismo e a Frente Parlamentar da Agricultura na Câmara dos Deputados, disse na manhã desta sexta-feira (15), no Centro Cultural Schubert, em Umuarama, durante o lançamento regional do Programa de Desenvolvimento do Arenito Caiuá, que o grande responsável pelo superávit da Balança Comercial Brasileira é a produção ligada ao agronegócio. “Nós devemos dar o devido valor a este setor responsável pelo crescimento do país e pela geração de divisas, emprego e renda”, disse o deputado.

Ele disse ainda que o Programa Arenito Caiuá impulsionará a economia regional, com o aumento na produtividade com possibilidades reais de transformar o perfil agropecuário do noroeste paranaense. “O Arenito Caiuá necessitava de um incentivo como este que estamos presenciando e que tivemos o prazer de defender. Será o grande diferencial que ajudará na identificação vocacional e a alavancar a economia regional”, disse Serraglio.

Código Florestal - Serraglio afirmou também que ao aprovar o Código Florestal, “cuja leitura tem que ser feita positivamente”, a Câmara se preocupou sim em preservar o meio ambiente, mas garantir a continuidade da produção rural. “Acima de tudo, tomamos todos os cuidados para que as Leis, cada uma ao seu tempo, sejam respeitadas”, disse o deputado, lembrando que na década de 1970, os agricultores recebiam incentivos para abrir florestas e plantarem no Mato Grosso, Pará e Rondônia e, que só recebiam o título da terra se derrubassem 50% das respectivas áreas. “Hoje, alguns setores querem punir esses mesmos agricultores por que obedeceram as leis naquele momento. O Código diz que devemos obedecer a Lei da época”, disse.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Serraglio é recebido por Dilma em Coquetel no "Alvorada"



Vânio Pressinatte, da assessoria

O vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR) foi recebido pela Presidenta Dilma Rousseff na noite de quarta-feira (13) no Palácio da Alvorada para Coquetel oferecido por ela aos ministros e líderes aliados da base. Na oportunidade, Dilma expressou sua gratidão pelo apoio recebido durante os seis primeiros meses de governo, destacando o ajuste fiscal e as medidas para controlar a inflação, entre outros. Serraglio tem sido peça fundamental na defesa de importantes projetos do Governo Dilma na Câmara.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Vice-líder Serraglio diz que o Governo respeita a agricultura familiar


Vânio Pressinatte, da assessoria
O vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), que é também membro da Frente Parlamentar da Agricultura, disse nesta terça-feira (12), logo após o lançamento do Plano Safra para a Agricultura Familiar na cidade de Francisco Beltrão, no Paraná, que o Governo da Presidenta Dilma Rousseff respeita e valoriza a agricultura familiar. “Ela sabe a importância que a agricultura familiar tem para a produção de alimento e o que significa para a economia nacional o incentivo ao setor”.

Segundo Serraglio, a prova do respeito à agricultura familiar é que o Governo não se limitará aos R$ 16 bilhões previstos para a safra 2011/2012 e, se necessário, colocará mais recursos a disposição. O deputado destacou também a Política de Garantia de Preços Mínimos, a redução dos juros para os financiamentos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), além da atenção especial dedicada pelo Governo no que diz respeito a habitação e infraestrutura para as pequenas propriedades, como a internet Banda Larga a custos acessíveis. “Uma forma de garantir conforto as famílias dos agricultores”, destacou.

Ele lembrou ainda que a agricultura familiar é responsável pela produção de 70% dos alimentos no país e que emprega 74% dos trabalhadores rurais. “Temos que dar o verdadeiro reconhecimento a esse setor que alimenta o país” disse.

Redução dos Juros - A taxa de juros que poderá ser cobrada dos pequenos agricultores nas operações de investimento reduziu de 4% para 2% para os empréstimos acima de R$ 10 mil. Para valores de até R$ 10 mil a taxa é de 1%. Foi alterado também o prazo para pagamento dos empréstimos: de oito para dez anos. Além disso, foi anunciada a ampliação do limite de financiamento para até R$ 130 mil.

Também teve aumento o valor pago pelo Seguro Para Agricultura Familiar (Seaf), de R$3,5 mil para R$ 4 mil. Ele é utilizado para indenizar o agricultor que perde a produção por fatores como geadas, secas, entre outros.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Pedido de prisão dos réus é um avanço, diz relator da CPI dos Correios


Marcos Chagas - Agência Brasil / Correio do Brasil

Brasília – O pedido de prisão de 36 das 40 pessoas apontadas pela CPI dos Correios, em 2006, como participantes no mensalão, um esquema de compra de apoio político no Congresso Nacional, representa um avanço da Justiça brasileira no combate aos crimes de “colarinho branco”. A afirmação é do deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), na época relator da comissão e responsável pelo requerimento à Procuradoria-Geral da República de indiciamento dos apontados como envolvidos no esquema, entre eles, o então chefe da Casa Civil, José Dirceu, e o atual secretário-geral do PR, Valdemar Costa Neto (SP).

Serraglio disse que fica satisfeito, porque não há interferência nas investigações conduzidas pelo Ministério Público. “Neste momento, o procurador Roberto Gurgel terá o mandato renovado, não foi sabatinado pelo Senado, e já atua com independência. Com certeza, já foi um avanço [no combate aos crimes de colarinho branco] , uma melhora absoluta.”

Para o deputado, o julgamento das 36 pessoas denunciadas ao Supremo Tribunal Federal (STF) será um momento histórico para o país. Ele acredita que, até o fim deste ano ou início de 2012, os ministros do Supremo estarão prontos para julgar os denunciados no esquema de corrupção que ficou conhecido como mensalão.

“No fim do ano, ou no início do ano que vem, o Supremo dedicará dois, três ou quatro dias, com sessões de manhã, de tarde e de noite, dedicado só a isso. Como são muitos os réus, serão muitos advogados, cada um com 20 minutos para falar. Imagina até onde vai isso”, ressaltou Serraglio, para dar a dimensão do julgamento.

Das 40 pessoas inicialmente apontadas como participantes do mensalão, a Procuradoria-Geral da República excluiu quatro: José Janene, ex-deputado do PP, já falecido; Luiz Gushiken, ex-ministro da Secretaria de Comunicação, por falta de provas; o ex-secretário-geral do PT Sílvio Pereira, que fez acordo com o Ministério Público para não ser processado em troca da prestação de serviços comunitários; e Antônio Lamas, irmão de Jacinto Lamas, um dos operadores do esquema e assessor do secretário-geral do PR, Valdemar Costa Neto, na época presidente do PL.

O líder do DEM na Câmara, Antônio Carlos Magalhães Neto (BA), um dos sub-relatores da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Correios, disse esperar que o STF conclua “com rapidez” o julgamento dos indiciados. “A CPI dos Correios merece destaque porque foi a última comissão de inquérito que deu resultado. Daí em diante, o governo passou a manobrar para que as CPIs não tivessem andamento e, agora, com absoluta maioria, impede essa prerrogativa garantida à minoria”, acrescentou.

O presidente do Senado e do Congresso, José Sarney (PMDB-AP), limitou-se a dizer que o procurador Roberto Gurgel cumpriu o prazo que tinha para encaminhar as alegações finais dos pedidos de condenação ao Supremo. Para Sarney, a mensagem que se passa para a opinião pública é de que os processos estão “caminhando”. Segundo ele, ainda “levará algum tempo” para a conclusão e julgamento da ação, uma vez que as pessoas apontadas como integrantes do mensalão farão, agora, sua defesa.

http://correiodobrasil.com.br/pedido-de-prisao-dos-reus-e-um-avanco-diz-relator-da-cpi-dos-correios/266398/

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Serraglio recebe empresários de Cianorte


O vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio, recebeu durante a semana em Brasília o empresário Marcelo Rodrigues de Oliveira, da CIAPETRO, e o advogado Agnaldo Juarez Damasceno, ambos de Cianorte. Na pauta, diversos assuntos ligados ao desenvolvimento da cidade.

Prefeito de Douradina recebido pelo Dr. Osmar em Brasília


No último dia 06, quarta-feira, o prefeito de Douradina, José Carlos Pedroso (Cabeção) foi recebido em Brasília pelo vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio. Na pauta da conversa do chefe do executivo douradinense e do parlamentar, diversos projetos de infraestrutura, agricultura e saúde para o município.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Mounir Chaowiche da Cohapar toma posse na ABC


O presidente da Cohapar - Companhia de Habitação do Paraná, Mounir Chaowiche, assumiu na noite de terça-feira (5) a presidência da Associação Brasileira de Cohab’s e Órgãos Assemelhados (ABC), da qual, fazem parte 39 instituições que trabalham com moradia de interesse social no País. “Vou conduzir a ABC de forma que todos contribuam para o pleno desenvolvimento das políticas públicas habitacionais”, destacou.

O presidente disse ainda que é um desafio muito grande liderar uma instituição como a ABC e que pretende fortalecer todas as entidades que trabalham com habitação de interesse social no País. “Passamos por um momento onde construir moradias dignas é prioridade e é por isso que vou procurar desenvolver e aperfeiçoar as políticas habitacionais”.

O vice-líder do Governo na Câmara, deputado federal Osmar Serraglio, disse que a ABC está em boas mãos. “o Mounir Chaowiche em poucos meses como presidente da Cohapar mostrou que entende de habitação e, acima de tudo, que além de entender, está verdadeiramente preocupado com a questão habitacional, criando mecanismos para que um maior número de famílias sejam beneficiadas com a tão sonhada moradia”, destacou Serraglio.

Na foto, Mounir Chaowiche, deputada federal Cida Borghetti e o vice-líder Osmar Serraglio.

domingo, 3 de julho de 2011

Evento arrecadou recursos para o Hospital do Câncer


Vânio Pressinatte

Marcado por um grande público, aconteceu na noite de sexta-feira (01) um grande jantar beneficente em prol do Hospital do Cancer Uopeccan Noroeste do Paraná, de Umuarama. O evento organizado pelo empresário Luiz Bononi contou com as presenças do prefeito Moacir Silva, do deputado federal vice-líder do governo na Câmara, Osmar Serraglio, do deputado estadual Fernando Scanavaca, do presidente do Uopeccan Cascavel Ciro Kreuz e do vice-presidente Dimer Weber, além de toda a diretoria da filial de Umuarama, voluntários, representantes de todos os segmentos sociais.

Durante sua fala, o presidente Ciro Kreuz fez questão de destacar que o hospital em Umuarama terá mais de 3 mil metros a mais na estrutura física do que o de Cascavel e ressaltou a importância do apoio dos voluntários, da comunidade em geral e especialmente do apoio político, do prefeito, vereadores, deputados e lembrou que o deputado Osmar Serraglio “foi o primeiro deputado a ‘canetear’ recursos no orçamento federal para o hospital”, disse.

Ainda segundo Kreuz, a previsão de inicio no atendimento no hospital do Cancer Uopeccan de Umuarama é para meados de 2010. Com mais de 14 mil metros quadrados a obra está orçada em aproximadamente R$ 20 milhões. O deputado federal Osmar Serraglio está garantindo R$ 5 milhões por meio de emenda da bancada federal do Paraná e mais R$ 1 milhão de emenda individual. De acordo com Ciro Kreuz, a maioria dos recursos investidos até o momento, que ultrapassam os R$ 4 milhões, foram conseguidos com recursos da instituição e por meio de doações da comunidade.

Para o deputado Osmar Serraglio o funcionamento do Hospital do Câncer em Umuarama é uma grande conquista da comunidade regional e contribuirá para reduzir o sofrimento de inúmeros pacientes e seus familiares. “Com o hospital mais perto do paciente, conseguiremos dar mais dignidade e com isso melhoramos a qualidade do resultado”, disse Serraglio.

AJUDE VOCÊ TAMBÉM - Para quem deseja ajudar ao Hospital do Câncer de Umuarama, seja com doações de materiais de construção ou itens para promoções e até mesmo recursos mensais por meio da conta de energia elétrica, basta ligar para o telefone (44)3622-6000 ou (44)3361-0717. “A doação pela conta da Copel, seja de R$10, R$20 ou R$50, é muito interessante pra nós, pois além de ser uma garantia para a instituição, é mais cômodo para o doador e também para o hospital”, comenta o diretor de Umuarama, Wanderlei Rosa.