quarta-feira, 18 de maio de 2016

Osmar Serraglio discute demandas do cooperativismo com o setor



O presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo no Congresso Nacional-Frencoop e presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC da Câmara dos Deputados, deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), participou na manhã desta quarta-feira (18) de uma rodada do Encontro de Núcleos Cooperativos, na cidade de Mandaguari-Pr. O evento organizado pela Ocepar - Organização das Cooperativas do Paraná foi sediado pela Sicredi Agroempresarial PR/SP e contou com representantes de cooperativas das regiões Norte e Noroeste, com o objetivo de discutir temas e demandas do setor no Paraná.

O encontro reuniu mais de 100 pessoas, entre representantes de 21 cooperativas dos ramos: crédito, agropecuário, saúde, trabalho e transporte, além de associados, colaboradores e convidados. Entre os assuntos do evento estava a apresentação do Plano de Metas 2016 da Ocepar, alinhado com o PRC 100, planejamento estratégico das cooperativas do Paraná que visa alcançar R$ 100 bilhões de faturamento nos próximos anos.

Osmar Serraglio que é um dos mais atuantes defensores do setor no Congresso Nacional apresentou um panorama da política e da economia atual do país. Disse que está confiante no Governo Temer e no seu ministério e falou sobre a situação da Presidência Interina da Câmara. “Solicitei um parecer da equipe técnica da CCJ que diz que o primeiro-vice-presidente apenas substitui o presidente da Câmara, mas não pode sucedê-lo por tempo indeterminado e prolongado. Além disso, sustenta que novas eleições são necessárias para evitar que Maranhão continue acumulando cargos, inclusive para impedir a concentração excessiva de poder”, ressaltou Serraglio.

O Presidente da Frencoop aproveitou a oportunidade para elogiar a escolha de José Roberto Ricken para a presidência da Ocepar. “A Ocepar já tem um histórico de excelente trabalho desenvolvido ao setor e a escolha do Ricken para presidi-la indica que continua no caminho certo”. Serraglio vê o cooperativismo como um dos meios mais importantes para o crescimento e desenvolvimento do país. “O cooperativismo sempre mostra a sua força e é uma das formas mais justas de distribuição de renda, além de ser fundamental para a recuperação do país”, afirmou o deputado. 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Presidente da CCJ, Serraglio diz que biografia exterioriza sua forma de proceder



O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) foi eleito nesta terça-feira (3) presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Serraglio, advogado e professor universitário, foi o relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, que investigou o esquema do mensalão em 2005. Ele está em seu quinto mandato consecutivo na Câmara dos Deputados.
Serraglio afirmou que agirá de forma republicana. “Quanto às matérias mais tormentosas, posso dizer que não tenho compromisso nenhum. Teremos conduta exemplar, eu e o relator, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA). Não iremos tergiversar, tampouco nos atemorizar”, disse.
“Tanta coisa se disse sobre a possível condução deste que agora assume e quero dizer que a minha biografia exterioriza e forma como vou proceder”, afirmou.
A CCJ - Considerado o colegiado mais importante da Câmara dos Deputados, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) analisa todas as proposições que tramitam na Casa. Em alguns casos, a análise é de mérito. Na maioria das vezes, no entanto, o exame foca nos aspectos formais da matéria. Cabe também à CCJ admitir ou não as propostas de emenda à Constituição (PECs), antes de elas passarem ao exame de uma comissão especial. Outra atribuição da comissão é redigir a redação final das propostas aprovadas pela Câmara.
Cabe ainda ao presidente da CCJ indicar os relatores dos projetos e dos recursos e decidir quando serão pautados.