quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Deputado Federal Osmar Serraglio fala sobre nepotismo em Foz

Serraglio esteve na cidade para um encontro de vereadores da Diocese da região

Assessoria CMFI

O deputado federal Osmar José Serraglio veio à Foz do Iguaçu para o 1º Encontro de Vereadores da Diocese, que reuniu vereadores eleitos nos 14 municípios da Diocese, com o objetivo de oportunizar uma articulação entre os cristãos leigos que atuam na vida política dos municípios de abrangência.

O deputado realizou uma palestra que abordou os temas: Ética na política; A ética do Vereador e a Ética do vereador cristão. Em entrevista à jornalista Stela Marta da TV Câmara ele falou principalmente sobre nepotismo e o quão importante é promover o combate da prática.

Quando questionado a respeito do nepotismo cruzado, ou seja, quando parlamentares conseguem cargos no Poder Executivo, e se isso pode prejudicar o trabalho de legislação e fiscalização, o deputado afirmou que os vereadores são eleitos pelo povo para administrar para o povo e não para benefício próprio. Serraglio lembrou também que quando provado o crime os envolvidos devem devolver os salários recebidos.

O encontro foi promovido pela Diocese de Foz do Iguaçu no último sábado (8), entre 8h e 18h, e realizado através do Conselho Diocesano do Laicato (CDL) no Auditório da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe. Outra finalidade do evento foi promover a troca de experiências; reflexão sobre a vocação laical no campo da política e encaminhamentos que se fizerem necessários para a construção de uma sociedade justa, fraterna e solidária.

Entre os convidados estavam o vereador de Campinas (SP), Carlos Signorelli, presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil, que fez uma análise de conjuntura do papel do vereador, assessores e dos cristãos.

Durante o dia foram formados grupos de estudos, mesa redonda e plenária com os palestrantes. O evento contou com o apoio do Centro Nacional de Fé e Política “Dom Helder Câmara”, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), responsável pelo serviço de formação política dos cristãos, sob a coordenação da Comissão Episcopal para o Laicato.

O Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) é uma associação de leigos católicos de direito público eclesiástico que assume as Diretrizes emanadas do Magistério da Igreja Católica. É constituída como sociedade civil privada de âmbito nacional, sem fins lucrativos e sem vínculos político-partidários, congregando e representando o laicato do Brasil. A CNLB foi fundada em Assembléia Geral de constituição realizada na cidade do Rio de Janeiro, nos dias 15 e 16 de novembro de 1975.