quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Manifesto pede delegacia da Polícia Federal em Umuarama


Representantes de diversos segmentos sociais discutiram na terça-feira (02), durante reunião do Rotary Club Capital da Amizade, a organização de um movimento com o objetivo de conquistar a criação e instalação de uma Delegacia da Polícia Federal em Umuarama. A sede mais próxima fica em Guaíra, a 100 km da cidade, e atende a 65 municípios da região. O grupo, apartidário, produziu o manifesto “Por um Noroeste Mais Seguro”, que será entregue às autoridades federais em Curitiba e em Brasília.

O documento foi apresentado pelo Rotary Club na reunião que contou com a presença do procurador federal Robson Martins, que alertou sobre a real necessidade da DPF na cidade. “Há mais de seis anos eu luto para que Umuarama seja sede da Polícia Federal, por vários motivos, mas o principal deles é que com relação aos crimes federais estamos sem uma investigação séria, pois dependemos tudo de Guaíra. Lá são 60 profissionais para atendimento de 65 municípios, são cinco ou seis policiais atendendo por dia, longe da nossa real necessidade”, disparou.

Segundo o representante do MPF, a proximidade com a fronteira faz de Umuarama uma das cidades mais perigosas do Paraná. “Sabemos que há traficantes perigosos, que atuam em toda a região, morando aqui em Umuarama, que se tornou um polo logístico para operações de traficantes e quadrilhas de cigarreiros. Propriedades aqui na cidade são utilizadas por esses criminosos para distribuir maconha, cigarros, armas e munições. Estamos reféns de criminosos, assim como estamos reféns da Delegacia de Polícia Federal de Guaíra e este é o momento de unirmos nossas forças para trazer uma delegacia para cá”, alertou o procurador federal.

Ele observou ainda que se trata de uma questão política a vinda da DPF para Umuarama. “O superintendente estadual e o diretor geral da PF são favoráveis à instalação, o deputado federal Osmar Serraglio já se movimentou em Brasília pela instalação e me acompanhou em audiência com o diretor geral da PF, a prefeitura já se comprometeu em providenciar um imóvel, ou seja, só falta agora nos organizarmos e partirmos para essa luta junto de toda a sociedade de Umuarama e região”, finalizou, contando que a última DPF instalada no Paraná foi em Ponta Grossa, em 2010.

Carta de Apoio - O presidente da Aciu, José Celso Zolim, destacou que quando a sociedade se posiciona em favor de uma boa causa, os resultados são sempre compensadores. “Nós vamos conquistar a duplicação da Rodovia PR-323 pela união de nossas forças, por nossa luta em conjunto, pelas atitudes positivas que tomamos em favor da causa que busca preservar a vida. Agora não vai ser diferente. Temos de ir até nossos representantes políticos, vamos organizar caravanas e manifestações em Curitiba e em Brasília, vamos somar os esforços necessários para que as famílias de Umuarama e região possam ter mais segurança. Nossa cidade cresce e se destaca no cenário nacional e passou da hora de termos a Polícia Federal aqui, que é a sede de uma Região Metropolitana”, afirmou.

O presidente do Rotary Club Capital da Amizade, João Barreto, pediu para que todos sejam voluntários nessa causa e que representantes de entidades produzam uma carta de apoio ao manifesto “Por um Noroeste Mais Seguro”. “Esse documento, junto da manifestação de entidades de municípios de toda nossa região, será entregue às autoridades competentes para que – através da pressão política e democrática mais verdadeira, que é a manifestação da vontade da população – consigamos que a Delegacia da Polícia Federal seja implantada em nossa cidade”, comentou.

Além de Celso Zolim, presidente da Aciu; do Procurador Federal Robson Martins; e do Presidente do Rotary anfitrião, o evento contou também com representantes do Ministério Público Estadual, do deputado federal e vice-líder do Governo na Câmara Osmar Serraglio, dos deputados estaduais Fernando Scanavaca e Nelson Garcia, do prefeito Moacir Silva, dos demais Rotary Clubs da cidade, da maçonaria, da Polícia Militar, da Policia Civil e do Corpo de Bombeiros.