segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mais de R$ 12 milhões para Umuarama e região

Com estes novos recursos, o deputado federal Osmar Serraglio já ultrapassa a casa dos R$ 70 milhões em beneficio dos municípios da Amerios

Vânio Pressinatte

O deputado federal Osmar Serraglio conseguiu, nos últimos dias, assegurar mais de R$ 12 milhões para Umuarama e Região. Isso, sem contar as emendas individuais de 2010, que estão sendo liberadas e que somam outros R$ 12 milhões, e ainda as Casas do Programa Minha Casa, Minha Vida, cujo projeto, segundo o prefeito Moacir Silva, está em fase final de aprovação pela Caixa Econômica Federal, além dos recursos que garantiu para a Estrada Boiadeira, cuja licitação está prestes a ser aberta.

Umuarama receberá do Ministério das Cidades, R$ 2 milhões para infraestrutura em loteamentos populares; R$ 1 milhão para habitação; e do FNDE R$ 1 milhão para a Super Creche. Outros R$ 4.091.109,25 serão para “apoio à implantação da infraestrutura complementar, social e produtiva”, cujo valor beneficiará Umuarama e alguns outros municípios, cujos projetos foram encaminhados pelo deputado.

Já para o CISA (Consórcio Intermunicipal de Saúde) e o CORIPA (Consórcio Intermunicipal para Conservação do Remanescente do Rio Paraná), serão mais R$ 3,5 milhões, que permitirão adquirir patrulha de máquinas rodoviárias para conservar as estradas rurais. Ambos os consórcios possuem em seus estatutos, dispositivos que permitem a prestação desses tipos de serviços.

De acordo com o deputado, individualmente, muitos municípios não têm condições de adquirir máquinas que são muito caras, como ocorre com motoniveladora, pá-carregadeira, retroescavadeira, caminhões caçamba, e outros. “Assim, em conjunto, com recursos federais, terão a possibilidade de adquirir aquele maquinário e potencializar a utilização, mediante calendário organizado, de forma a que todos os consorciados sejam beneficiados”, destacou o deputado.

Com esses valores, as liberações de recursos para a região, pelo parlamentar, já ultrapassam R$ 70 milhões. “São recursos que ajudam a população a ter melhores condições de vida e de desenvolvimento”, assegurou Osmar Serraglio.