quinta-feira, 6 de maio de 2010

Serraglio defende ferrovia de Cianorte a Guaíra

Vânio Pressinatte

Como um importante instrumento de desenvolvimento para a região Noroeste do Estado, o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), defendeu na segunda-feira (12), em Curitiba, durante reunião do Fórum Permanente Futuro 10 Paraná, a inclusão das obras da ferrovia de Cianorte à Guaíra na segunda edição Plano de Aceleração do Crescimento (PAC2). A obra está há décadas parada na cidade de Cianorte e seria uma das principais ligações do Noroeste paranaense, Mato Grosso do Sul e até dos países vizinhos do Mercosul com o Norte do Paraná e também com o Porto de Paranaguá.

Para o deputado, a obra é mais importante e mais representativa em termos econômicos e sociais do que outros projetos apresentados. “Podem me chamar de bairrista, más o trecho de Cianorte a Guaíra representa maiores benefícios, tanto para a economia quanto para o desenvolvimento social de toda uma região, pois reduzirá os custos de transporte e com certeza atrairá grandes investimentos aos vários municípios de toda esta região do Paraná”, salientou Serraglio, lembrando que a ferrovia ligará toda a região, de Guaíra a Cascavel ou a Maringá, outro grande centro moageiro de grãos.

Osmar Serraglio defendeu também junto ao Ministro Paulo Bernardo, presente no evento, novos estudos em face de um dos lotes da obra da Estrada Boiadeira. Segundo o deputado, há necessidade de alteração de um trecho do traçado da estrada para evitar prejuízos à captação de água para o consumo da população de Umuarama. “Nós queremos apenas que a obra seja executada de forma que não cause prejuízos ao meio ambiente, e especialmente para o abastecimento de água da cidade”, destacou Serraglio, alertando que todos os estudos técnicos e ambientais já foram apresentados ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte).

O Fórum Permanente Futuro 10 Paraná, congrega diversas entidades e as principais lideranças empresariais do Estado. Na reunião de segunda-feira, realizada na Ocepar – Organização das Cooperativas do Paraná, além do Ministro Paulo Bernardo, teve a participação de dois Senadores e dezessete deputados da bancada paranaense. Muitos dos participantes consideraram o evento como um marco inédito na integração entre a classe política, o setor produtivo e a sociedade.