segunda-feira, 31 de maio de 2010

UEM anuncia três cursos de engenharia para Umuarama

Vânio Pressinatte

Durante solenidade de comemoração alusiva aos 40 anos da Universidade Estadual de Maringa (UEM), organizada na noite de sexta-feira (28) pelo campus regional de Umuarama, no Sindicato Rural de Umuarama, o vice-reitor, professor Doutor Mario Luiz Neves de Azevedo anunciou a aprovação de três novos cursos para o campus: Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Engenharia de Alimentos. Os cursos eram um compromisso da instituição desde o inicio das atividades na Capital da Amizade há nove anos com o deputado federal Osmar Serraglio e estaduais, Fernando Scanavaca, então prefeito, e Nelson Garcia.

Segundo o vice-reitor, os três cursos foram aprovados pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) e foi encaminhado para o Conselho Universitário (COU), responsável pela criação dos cursos. Mário Azevedo ressaltou ainda que deverá ocorrer vestibular para inicio das aulas já em 2011. “Serão 40 novas vagas para cada um dos cursos e manteremos os cursos de tecnologia existentes nestas áreas”, assegurou Mário Azevedo.

Com isso o campus da UEM em Umuarama passará a contar com 08 cursos: Tecnologia em Construção Civil, Tecnologia em Meio Ambiente, Tecnologia em Alimento, Agronomia, Medicina Veterinária, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Engenharia de Alimentos, distribuídos entre o Centro de Tecnologia e o Centro de Ciências Agrárias.

Osmar Serraglio discursa durante comemorações dos 40 anos da UEM

Para o deputado Osmar Serraglio, foi mais uma grande conquista em defesa do ensino público, gratuito e de qualidade. Ele lembrou que a UEM exerce o verdadeiro papel da Universidade. “No texto constitucional consta que as universidades devem se regionelizar e isso a UEM faz, enquanto a primeira universidade federal brasileira, a Federal do Paraná, por quase 100 anos serviu apenas a capital do Estado”, disse o deputado,

Osmar Serraglio lembrou ainda que 70% das vagas públicas no ensino superior estão no interior do Estado e mantidos pelas universidades estaduais, e defendeu o aumento de recursos federais para as instituições estaduais. “É um discriminação o valor dos recursos destinados pelo Governo Federal para o ensino superior no Parana, comparando com o que o Estado investe nas universidades estaduaisl”, destacou.

O deputado estadual Fernando Scanavaca, também grande defensor da UEM, falou da luta e dificuldades enfrentadas para a conquista do campus de Umuarama. Ele lembrou os compromissos assumidos com uma construção de mais de 1000 m2 com recursos próprios no final de um exercício. “Mas Deus mais uma vez nos ajudou. Conseguimos honrar todos os compromissos e concluímos a obra para o inicio das atividades”, destacou Scanavaca, ressaltando também o grande apoio que teve do deputado Osmar Serraglio durante todo o processo.