quarta-feira, 9 de maio de 2012

Bancada do Paraná discute expansão Instituto Federal no Estado


Atendendo solicitação do reitor do Instituto Federal do Paraná – IFPR, professor Irineu Colombo, o coordenador da Bancada Federal do Paraná no Congresso, vice-líder do Governo na Câmara, deputado Osmar Serraglio, reuniu os parlamentares paranaenses para ouvirem do reitor as necessidades para implantação das novas unidades e ampliação daquelas já em funcionamento. Segundo Colombo, são necessários R$ 82 milhões a partir de 2012 para atendimento da demanda.

Serraglio disse que os investimentos são fundamentais para o perfeito funcionamento das unidades e citou que em Umuarama a aceitação do IFPR é tão grande que existem alunos estudando até nos corredores por falta de espaço. Ele destacou que estão em construção dois novos blocos com 6 salas de aula e laboratórios para os cursos de química, artes, designer de móveis e construção civil, com aproximadamente 1.140 metros quadrados e investimentos de R$ 1,4 milhão.


“Estamos providenciando mais investimentos. Temos mais de 30 professores praticamente amontoados em uma sala sem espaço adequado para desenvolverem suas atividades. A reivindicação é de setor administrativo com salas de direção, de professores, de coordenação, biblioteca, anfiteatro com no mínimo 130 lugares, mais laboratórios, e um novo bloco pedagógico”, disse Serraglio, lembrando que a instituição é importante para toda a região e que tem uma procura muito grande. “Contribuí para o início dessa ideia e tenho um compromisso de continuar defendendo os investimentos”, afirmou.

De acordo com o diretor do campus, professor Vicente Estavam Sandeski, são necessários mais R$ 10 milhões para atender aos novos cursos e o crescimento daqueles que estão em andamento, dentre os quais, Açúcar e Álcool, Agroecologia, Agronegócio, Controle Ambiental, Desenho de Construção Civil, Design de Móveis, Informática, Orientação Comunitária, Eventos, Logística, Meio Ambiente, Reabilitação de Dependentes Químicos e Segurança do Trabalho.

Umuarama é um dos primeiros campi a entrar em funcionamento no Estado com a participação decisiva de Serraglio para sua implantação. Hoje conta com aproximadamente 1.000 alunos, distribuídos pelos 8 cursos presenciais com 15 turmas e outros 8 cursos da educação a distância, com novos cursos para serem iniciados.