sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Assinada ordem de serviço da BR-487 – Estrada Boiadeira

Osmar Serraglio discursa durante solenidade de assinatura da ordem de serviço


Ao lado do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, do vice-líder do Governo na Câmara deputado federal Osmar Serraglio e outras autoridades, o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, assinou na manhã desta quinta-feira (02), em Cruzeiro do Oeste, a ordem de início dos serviços para as obras de construção e pavimentação em um dos trechos da rodovia BR-487, a Estrada Boiadeira. As obras são referentes ao Lote 3 da Boiadeira, trecho de 18,7 quilômetros entre os municípios de Cruzeiro do Oeste e Tuneiras do Oeste, licitadas em R$ 37 milhões.

Na solenidade, Paulo Sérgio Passos, afirmou que o governo federal está empenhado na retomada integral da Estrada Boiadeira. “Não faltarão recursos para esta obra; vamos trabalhar para que o Lote 2 (20 quilômetros entre Tuneiras do Oeste a Nova Brasília (Araruna) também receba ordem de início ainda este ano e que os projetos de engenharia dos segmentos restantes, entre Cruzeiro do Oeste e as pontes de Porto Figueira (Alto Paraíso) sejam finalizados. “Assim, teremos todos os trechos da rodovia em obras no começo de 2013”, disse o ministro.

Após a conclusão de todos seus cinco lotes – que totalizam 187 quilômetros –, a Estrada Boiadeira deverá se tornar, em conjunto com outras vias do estado, o principal corredor de circulação da safra agrícola do Mato Grosso do Sul e das agroindústrias do Oeste do Paraná em direção ao porto de Paranaguá.

A empresa vencedora da licitação do Lote 3 já se mobilizou e iniciou os trabalhos. As obras têm um prazo de 540 dias para serem concluídas e envolvem terraplenagem, pavimentação e drenagem, entre outros serviços. Mas, no discurso, o ministro disse que espera ver o trecho concluído ainda em 2012. Também esteve no evento o diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Roger da Silva Pegas, e o superintendente do órgão no Paraná, José da Silva Tiago.

O vice-líder deputado Osmar Serraglio, que desde seu primeiro ano de mandato vem junto com a bancada paranaense colocando recursos para a obra no Orçamento Geral da União, disse que já viu assinaturas de ordens de serviço acontecendo e que a obra não aconteceu, afirmando que desta vez está confiante. “Hoje os tempos são outros, temos pessoas sérias à frente dos ministérios envolvidos no assunto e temos uma presidenta da qual me orgulho de ser seu vice-líder na Câmara”, destacou o parlamentar.

Prefeitos confiantes
O prefeito de Cruzeiro do Oeste, Valter Pereira da Rocha, o Valtinho, disse que “a execução dessa obra é uma das mais antigas bandeiras de luta da região. Lembro-me muito bem, por leitura, que mais de 40 anos atrás já se falava dessa pavimentação e nós continuamos aguardando a sua execução”, relatou. Ele também fez questão de agradecer aos dois ministros.

O presidente da Associação dos Municípios de Entre Rios (Amerios), Almir de Almeida, prefeito de Perobal, disse que acredita na execução da obra desta vez. “E estamos esperando que ela seja executada para ajudar no desenvolvimento da região”, disse. Luiz Krauss, prefeito de Tuneiras do Oeste, é outro que está confiante. “E digo isso porque o pessoal da construtora que fará a obra já está alugando casas na cidade para morar enquanto a obra durar.”

Assessoria do deputado Osmar Serraglio / Osmar Nunes - Umuarama Ilustrado.