segunda-feira, 16 de abril de 2012

Marco Maia diz que Linha Verde é obra modelo para cidades-sede da Copa


O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, disse nesta segunda-feira (16), em Curitiba, que a Linha Verde é obra referência para todo o país. “O que Curitiba está fazendo precisa ser levado a todo o Brasil. A Linha Verde é modelo para as cidades-sedes da Copa do Mundo 2014 e também ao Rio de Janeiro que será sede das Olimpíadas em 2016”, afirmou o parlamentar federal que veio a capital paranaense para conhecer o corredor de transporte da cidade que transformou o eixo da BR em uma via urbana com pista exclusiva para os ligeirões, os maiores ônibus do mundo movidos a biodiesel.

O presidente da Câmara foi recebido pelo prefeito Luciano Ducci e pelo Coordenador da Bancada Federal do Paraná, deputado Osmar Serraglio que é também o vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados. Ducci defendeu uma política nacional de incentivo à utilização do biodiesel no país. “O biodiesel tem um preço mais alto e é preciso buscar soluções para que tenhamos um combustível alternativo, importante para o meio ambiente e para a saúde, com preços competitivos”, disse o prefeito curitibano. “Mais uma vez o Paraná dá exemplo para o país. O Presidente da Câmara reconheceu que o nosso sistema é um modelo a ser seguido”, disse Serraglio.

Não -poluente - Marco Maia, que estava acompanhado de integrantes da Frente Parlamentar do Biodiesel, destacou ainda como referência nacional a frota de ônibus curitibana, abastecida exclusivamente com o combustível menos poluente. “Para pensar no desenvolvimento da humanidade, temos que pensar em novas formas de energia, e Curitiba é modelo para todo o país”, disse o presidente da Câmara Federal.