sábado, 2 de abril de 2011

Serraglio trabalhará na Frencoop para reduzir carga tributária


Vânio Pressinatte

Durante reinstalação da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop) no Congresso Nacional, tomou posse também sua nova diretoria. A Frencoop é uma das mais antigas e atuantes no Congresso Nacional. Criada em 1986, nas últimas eleições, teve a permanência de 60% dos seus integrantes. Na 53ª legislatura, a Frencoop contou com a participação de 245 parlamentares, 220 deputados federais e 25 senadores. No início da atual legislatura, a 54ª, a Frente já conta com 221 membros, sendo 197 deputados e 24 senadores, e a intenção é aumentar esse quadro.

De acordo com o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), vice-líder do PMDB na Câmara e diretor de assuntos tributários da Frencoop, o Sistema Cooperativista Brasileiro, formado por 6.652 cooperativas, cerca de 9 milhões de associados e 298 mil empregados, responde por uma receita de US$ 4.417 bilhões em exportações e cerca de 5.4% do PIB. “É sem dúvidas um setor importantíssimo para a economia brasileira e também pela geração de empregos e, por isso merece nosso apoio. Trabalharei para reduzir sua carga tributária”, disse o deputado.

Presente na solenidade, o presidente da Câmara Federal, Marco Maia, disse que a Frencoop é uma das mais importantes no Congresso. Lembrou que as cooperativas são um dos alicerces da economia do país e que tem orgulho de ter participado efetivamente da Frencoop. Finalizou sua participação, reiterando que os projetos do cooperativismo deverão receber especial atenção enquanto ele for presidente da Câmara.

Na mesma data, foi lançada também a Agenda Legislativa do Cooperativismo, edição 2011. A publicação, que está em sua quinta edição, reúne 57 proposições de interesse do Sistema Cooperativista Brasileiro em tramitação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. A Frencoop, tem como presidente o deputado Zonta do PP de Santa Catarina.