quarta-feira, 15 de maio de 2013

Serraglio agradece aos colegas de Bancada pelo apoio durante sua coordenação



Na terça-feira (14), o deputado federal e vice-líder do Governo na Câmara, deputado Osmar Serraglio, ex-coordenador da Bancada Federal do Paraná, enviou correspondência aos colegas parlamentares paranaenses agradecendo a confiança e apoio dos mesmos na condução da Bancada durante o período que se findou.
Na correspondência, (integra abaixo), Serraglio sintetizou algumas das principais ações das quais a Bancada participou, inclusive com plena interação com o Governo do Estado para benefício de todos os paranaenses. Havia pedido de alguns colegas para que Serraglio continuasse por mais um período, no entanto, ele havia dito que passaria o “bastão” ao final de um ano na coordenação, e cumpriu.
Serraglio citou a união da bancada em ações como a votação pela criação do TRF do Paraná, a indicação do ministro Sérgio Kukina para o STJ, a inserção de R$ 50,4 milhões no OGU para o TRT, questões de Ferrovias, Porto de Paranaguá, Recursos para hospitais filantrópicos, defesa das universidades do Estado, aumento na liberação de Emendas da Bancada, agilização das ações para construção da Estrada Boiadeira BR-487, compensação do IPI dos Municípios, apoio ao setor produtivo estadual e diversas reuniões sobre a questão indígena no Paraná.
Osmar Serraglio disse em diversas oportunidades que o deputado Marcelo Almeida, seu substituto, tem um bom trânsito nas esferas federal e estadual. “Com certeza ele dará continuidade com sucesso ao trabalho que vínhamos fazendo”, afirmou. Serraglio, desde dezembro de 2012 é presidente estadual do PMDB, o que, com certeza, está tomando boa parte do seu tempo.
INTEGRA DA CARTA ENVIADA AOS DEPUTADOS:
“Caro Deputado,
            Desejo expressar meu agradecimento pela confiança e apoio que me emprestou na condução da Bancada Paranaense na gestão que se findou.
Colho o ensejo para sintetizar algumas das ações das quais participamos, todos, inclusive com plena interação com a Ministra Gleisi Hoffmann, com o Governo do Estado (foram muitas as reuniões com o Governador Beto Richa, seus Secretários e direção do Porto de Paranaguá e Ferroeste), reitores de Universidades e Institutos, em prol dos interesses afetos  à Terra das Araucárias:
1.- Tribunal Regional Federal – Participando de ação conjunta com as Bancadas dos demais Estados beneficiados pelo TRF-PR (Mato Grosso do Sul e Santa Catarina)  e pelos Estados integrantes dos outros três TRFs criados. A luta continua pela implantação.
2.- Ministro Sérgio Kukina – Apoiando, de forma  republicana e federativa, a indicação do Procurador Paranaense para integrar o Superior Tribunal de Justiça, como novo Ministro.
3.- Tribunal Regional do Trabalho -  Inserindo no Orçamento da União  recursos na ordem de R$.50,4 milhões para desapropriação do imóvel onde atualmente se localiza o Tribunal.
4.- Ferrovias -  Chamando atenção para eventual desconsideração da importância da Ferroeste e do Porto de Paranaguá, ante a inicial indicação do traçado que não os priorizava.
5.- Porto de Paranaguá – Com reuniões da Bancada inclusive com o Ministro da Secretaria de Portos, tratando de pendências e investimentos.
6.- Hospitais Filantrópicos -  Organizando os interessados. Ao invés de rubrica genérica no Orçamento, que praticamente impossibilitava a liberação, inserimos, neste primeiro ano,  a Santa Casa de Curitiba e o Hospital Evangélico, cada um com sua emenda. Nos próximos anos, a lista seguirá com os demais hospitais. O Hospital do Câncer – UOPECCAN – de Umuarama também foi contemplado com emenda específica.
 7.- Universidades Estaduais – Ampliando o convencimento do Governo Federal sobre os elevados investimentos que o Estado faz em suas universidades, distintamente dos demais Estados e propondo ao Governo Federal a  liberação para as universidades estaduais de valores semelhantes aos do PROUNI,  por aluno de instituição estadual.
8.- Estrada Boiadeira – BR.487 -  insistindo na agilização de sua execução, através de diversas reuniões com Ministros e Diretores do DNIT.
9.- Compensação do IPI DOS MUNICÍPIOS – Repercutido, junto com as demais Bancadas, a reclamação dos Prefeitos pela redução do FPM como consequência dos incentivos com diminuição das alíquotas de IPI. O Governo Federal recompensou os Municípios com distribuição de máquinas rodoviárias (motoniveladoras, retroescavadeiras e caminhões), num programa elogiado por todos os Prefeitos do País.
10.- APOIO AO SETOR PRODUTIVO ESTADUAL – Participando de inúmeras reuniões, sobremodo de cunho tributário e de mercado, que interessavam às Cooperativas, à Federação da Agricultura, à Federação da Indústria, à Federação do Comércio, etc.
11.- QUESTÃO INDÍGENA -  Acompanhamento de inúmeras audiências, em Brasília e no Estado, especialmente diante da situação no município de Guaíra.
12.- Liberação das emendas de Bancada -  Embora o Governo tenha política de restrição nas liberações das Emendas de Bancada, em 2012 os recursos empenhados  foram mais do que o dobro das de 2011.
Renovando minha gratidão pelo privilégio do exercício da Coordenação da Bancada de um Estado que tem a expressão do nosso Paraná,  coloco-me à disposição de V. Sa.                                                 
Saudações Paranaenses.
OSMAR SERRAGLIO
Deputado Federal - PMDB/PR