quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Serraglio e Pessuti buscam recursos em Brasilia


O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB), reeleito para a Câmara dos Deputados no último dia 03, e o Governador do Paraná, Orlando Pessuti, participaram nesta quarta-feira (06), em Brasília, de audiências com os Ministros, Paulo Bernardo (Planejamento) e Fernando Haddad (Educação). O objetivo do encontro foi garantir junto ao Governo Federal mais recursos para o Estado do Paraná.

No Ministério do Planejamento, Serraglio e Pessuti buscam recursos para a continuidade da duplicação do trecho Paiçandu-Maringá e da duplicação no trecho Posto Gauchão-Trevo de Mariluz, em Umuarama, ambos da PR 323. Foi pedida também agilidade nos estudos para inclusão da duplicação da PR 323 em todo o trajeto compreendido entre Maringá e Guaira. Osmar Serraglio pediu ainda atenção especial do Governo para agilizar o processo de asfaltamento da Estrada Boiadeira.

Paulo Bernardo garantiu ainda a solução de outro pleito do deputado Osmar Serraglio, que é assinatura a transferência para o Estado do Paraná, do imóvel onde está localizado o campus de ciencias agrárias da Universidade Estadual de Maringá (UEM) em Umuarama e o Colégio Estadual Agrícola. Com isso o Estado poderá ceder o imóvel para UEM e Iapar (Instituto Agronômico do Paraná). O imóvel foi cedido pelo Município de Umuarama há mais de uma década ao Governo Federal para instalação da Escola Agrotécnica Federal que não funcionou.

De acordo com o deputado Osmar Serraglio, a UEM poderá definitivamente fazer investimentos no campus de Umuarama com os recursos federais sempre assegurados pelo parlamentar no orçamento da União. “Esses recursos garantiram a ampliação da universidade em Umuarama, inclusive a criação dos três novos cursos de engenharia que iniciarão em 2011. Eu tenho um compromisso junto a Reitoria e continuarei viabilizando recursos todos os anos para consolidar a UEM como uma grande universidade com ensino público, gratuito e de qualidade”.

Segundo Osmar Serraglio, no Ministério da Educação, foram pleiteados recursos para garantir a construção de escolas municipais e também escolas estaduais já comprometidas com diversos municípios paranaenses. A preocupação de Serraglio também é resolver a situação de escolas estaduais e municipais que funcionam nas mesmas estruturas físicas.